Loading. Please wait...

Autoligado: Aparelho Ortodôntico sem “Borrachinha”

março 3, 2017 by Alysson Resende0
Autoligado-2-1200x800.jpg

Autoligado, a Evolução do Aparelho Fixo.

Nos dias de hoje, em que o Tempo e a Estética são fatores primordiais em nossa vida, a evolução se torna essencial para todos.

Com o avanço das técnicas, o aparelho fixo também se aprimorou. Agora o paciente já tem como optar por um tratamento bem Mais Ágil e Menos dolorido. Trata-se do aparelho ortodôntico Autoligado.

O que é o Aparelho Autoligado?

O Aparelho Ortodôntico Autoligado  é composto por bráquetes que não necessitam de ligaduras elásticas – as famosas Borrachinhas.

Os Braquetes são pequenos acessórios ortodônticos colados sobre os dentes que servirão de suporte para os fios ortodônticos.

No caso do bráquete autoligado, a peça possue um dispositivo próprio para prender o arco em seu interior. Este modelo de bráquete tem como característica uma “tampinha” que abre e fecha sobre o slot do bracket e serve para fixar o fio, dispensando o uso de borrachinhas.

Bráquetes (Autoligado) Empresa ForestaDent

Idealizados nos anos de 1930, os bráquetes autoligados só começaram a ganhar aceitação comercial nos anos 70, devido à evolução tecnológica na fabricação dos mesmos.

A diferença é que nos bráquetes Convencionais o fio é preso na canaleta com “borrachinhas” ou fio de metal amarrado.

Diferentemente, no Sistema Autoligado o fio é sustentado por uma pequena “porta” que serve para manter o arco na canaleta.

No cenário de inovações, foram desenvolvidos diversos tipos de aparelho autoligados, com destaque em especial ao TruKlear, da empresa alemã Forestadent (primeiro bráquete autoligado 100 % sem metal).

A nossa paciente Eliza Ribeiro (foto) foi a primeira a usar esse aparelho na América Latina e finalizou seu tratamento em dez meses, com um total de sete consultas.

Quais as Vantagens do Aparelho Autoligado?

São inúmeras as vantagens deste sistema Autoligado, dentre elas:

  • Não ter as famosas Borrachinhas: As borrachinhas além de facilitarem o acúmulo de bactérias, impedem a movimentação do arco, que acabam tornando o tratamento menos eficaz.
  • Facilidade na Higienização: A ausência das borrachinhas, facilita a higienização e contribui até para evitar males como o mau hálito.
  • Menor Número de Consultas: Os braquetes funcionam como uma presilha, que fixa os arcos, impedindo que eles se movam, acelerando o tratamento.
  • Consultas mais rápidas: Devido ao fato da facilidade para substituir o Arco e sem ter a famosa troca de borrachinhas.
  • Maior Conforto: Os bráquetes são menores que os convencionais e têm as bordas arredondadas.
  • Menos Machucados: Como os braquetes são menores e anatomicamente mais curvos, eles não atritam. Portanto, não causam aqueles pequenos machucados tão chatos e doloridos.
  • Totalmente estético e com cerâmica translúcida que não muda de cor.

O Aparelho Autoligado é indicado para mim?

Sempre é necessário uma primeira Avaliação Ortodôntica. Depois desta avaliação, que conseguimos analisar qual o melhor procedimento e tratamento para cada caso específico.

Contudo, de acordo com os casos já atendidos e estudados, sabe-se que para alguns casos, o aparelho autoligado é o mais indicado. Como é o caso de pacientes que têm problemas que necessitam de expansão da arcada.

Além disso, problemas relacionados à mordida cruzada ou aberta, alinhamento dos dentes, alterações ósseas entre outras, também podem ser bem atendidos por esse tipo de aparelho.

Agende conosco sua visita e conheça mais sobre este Aparelho Inovador que veio para facilitar a vida dos pacientes modernos.

 

Se interessou pelo tratamento com Aparelho Autoligado?
Preencha abaixo e nossa equipe entrará em contato para agendar uma avaliação!

Posts Relacionados

Alysson Resende

Alysson Resende atua há mais de 18 anos com excelência nas áreas de Ortodontia Estética, Facetas de Porcelana (Lentes de Porcelas) e Reabilitação Oral. Graduado pela UFMG, especialista em Ortodontia Estética Avançada: Alinhadores invisíveis, Ortodontia lingual, Prótese e Implantes (com cirurgia guiadas). Membro da ABOR (Associação Brasileira de Ortodontia e ortopedia Facial) , da ABOL (Associação Brasileira de Ortodontia Lingual) e da SBOE (Sociedade Brasileira de Odontologia Estética). Consultor clínico da Ortodente e KOL (Key Opinion Leader) da Compass.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Copyright by BoldThemes 2016. All rights reserved.